Arquivos da categoria: Evento

1° de maio

1° de maio na Paulista!

1 ano de Aliança Anarquista

1 DE MAIO

Seminários Anarquistas #14: Debate entre Malatesta e os plataformistas

Terça, 05.04 às 18h
na sala 113 do Prédio do Meio (Filosofia e Ciências Sociais), FFLCH-USP.
evento: https://www.facebook.com/events/505850152937698/

O texto debatido será a A Plataforma – um dos documentos que consideramos como base de nossa organização.

A apresentação será realizada por Amanda Monteiro, da Aliança Anarquista

Participe!

PdF da Plataforma + O Velho e o Novo no Anarquismo (Piotr Arshinov):
http://l.facebook.com/l.php?u=http%3A%2F%2Falianca-anarquista.org%2Fwp-content%2Fuploads%2F2016%2F02%2FAlianca-I-Plataforma-e-Arshinov.pdf&h=zAQEHbLB0

Uma das formações mínimas de nossa organização

debates

 

Organizar a luta contra o Aumento da Tarifa!

O novo ano começa com ataques dos mais diversos governos – seja do PT, seja do PSDB, ou do PMDB.

O aumento da tarifa já foi anunciado em pelo menos 18 cidades do país. Unidos contra a população, os estatistas tentam empurrar mais um aumento de despesa para os trabalhadores, precarizando cada vez mais a vida da nossa classe, a qual é sempre o alvo das medidas de austeridade. Não iremos cair na conversa fiada de que o aumento está abaixo da inflação – pois o custo da tarifa já é abusivo. Com os aumentos absurdos em todos os preços, dos alimentos à mobilidade, a piora nas condições de vida dos trabalhadores avança cada vez mais rápido e agressivamente. Ou seja, tudo aumenta mas o salário fica defasado, agravando as já precárias condições de vida do trabalhador.

O aumento nunca é revertido em reajuste de salários de trabalhadores do transporte – seja rodoviário, seja metroviário ou ferroviário – nem em melhoras na infraestrutura. Então, para onde vai esse dinheiro? Diretamente para o o bolso dos grandes empresários do transporte que andam de mãos dadas com os governos. Os mesmos que arrocham nossos salários e que agora tentam nos fazer pagar pela crise que eles criaram.

É preciso responder aos ataques com muita luta e organização!

Nesse sentido, reforçamos a convocação do Sindicato dos Metroviários (SP) da Plenária de trabalhadores contra o aumento da tarifa, e também os chamados para atos de rua em São Paulo, Belo Horizonte, Uberlândia entre outras, nesta sexta-feira 08 de janeiro.

Todos à plenária de trabalhadores!
Unidade da classe e luta na rua contra o aumento!

________________________
Plenária de trabalhadores contra o aumento:https://www.facebook.com/events/447480528795647/
Ato SP: https://www.facebook.com/events/1533256686986187/
Ato BH: https://www.facebook.com/events/966537970107803/
Ato Uberlândia: https://www.facebook.com/events/1532740800373614/
Ato Campinas: https://www.facebook.com/events/1025032750892383/

contra-o-aumento3

1° Roda de Conversa Grupo de Estudos Anarquistas

Conjuntura, crise e possibilidades anarquistas

com:
Hugo Scabello de Mello (Aliança Anarquista)
João Gabriel da Fonseca (mestrando UFG)
Rafael Saddi (Professor de História UFG)

04.12 às 19h
sala 252 Faculdade de Educação UFG
Goiânia GO

Evento: https://www.facebook.com/events/469210956613544/

gea

Atualidade do anarquismo na luta sindical

Trabalhadores,

Ainda que o anarquismo tenha se originado no seio da luta de classes, na organização e no combate dos trabalhadores contra capitalistas e governos por melhores condições de vida, é gritante a distância entre a maior parte dos grupos que se dizem anarquistas e a luta sindical contemporânea. Situação que se revela, na atual conjuntura, como danosa. Pois, com o aprofundamento da crise econômica e política da sociedade capitalista e o acirramento da luta entre trabalho e capital, a inexistência de inserção de um projeto coerente, classista e combativo nas organizações da classe trabalhadora tem nos levado para o acumúlo de derrotas que tivemos no último período. Somente rompendo com as práticas pelegas oriundas do velho “novo sindicalismo” expresso principalmente na CUT e similares – defesa da conciliação entre trabalhadores e patrões, fragmentação corporativista da classe, aparelhamento das entidades para fins político-eleitoreiros – e avançando no sentido de retomarmos as práticas radicalizadas do sindicalismo revolucionário – combatividade, classismo, independência intransigente frente à todos os governos e patrões – reverteremos este desfavorável quadro.

Convidamos a todos para uma conversa aberta sobre a luta sindical contemporânea e a necessidade de reorganizarmos o projeto sindicalista revolucionário. Esperamos que este espaço seja um passo adiante no sentido de consolidarmos uma corrente sindicalista classista e combativa – iniciativa que entendemos como imprescindível e urgente.

ROMPER E AVANÇAR!

atividade sindical2

Debate: Anarquismo e Comunismo

Na semana que vem participaremos de um debate aberto sobre as diferenças entre Comunismo e Anarquismo frente a questão do Estado.

Informações:

Debate: Anarquismo e Comunismo

Henrique Canary (PSTU)
Hugo Scabello (Aliança Anarquista)

Data: 02.09, quarta-feira, às 18h
Local: ECA-USP (Auditório Paulo Emílio, no prédio central da ECA)

Evento virtual: https://www.facebook.com/events/878293455594800/

(na foto, Comuna de Paris, em 1871)

canary