Construir a greve geral

Essa sexta feira, dia 31, teremos em todo o Brasil uma série de atos contra a política de ajustes do governo Temer. O dia de mobilização é uma das ações de preparo para a greve geral que está sendo convocada para o dia 28 de abril.

Apesar das divergências com as direções sindicais colocadas acreditamos na importância da unidade e a construção da greve pelas bases.

Dia 15 de março demos uma importante demonstração de força da nossa classe, agora é seguir avançando e barrar os ataques dos governos e patrões!

Lutar contra os ataques. Reconstruir a perspectiva socialista revolucionária.

As reformas da previdência e trabalhista, se aprovadas, significarão um enorme retrocesso para a condição de vida e trabalho para a população. Somadas ao PL da terceirização, já aprovado pela Câmara, representam a decisão do governo frente à crise: proteger o lucro dos patrões cortando dos trabalhadores.

Para enfrentar esses ataques do governo nós devemos trazer essa disputa para o campo onde a classe trabalhadora tem força, nas ruas e em seus locais de trabalho.

O legislativo, como todas as esferas do Estado, é corrupto e não deve ter a confiança de nossa classe. Apenas com mobilizações de massa e com uma greve geral que derrotaremos esse governo e seus ajustes.

Recolocar na ordem do dia a necessidade da superação do capitalismo e a luta pelo socialismo também é tarefa de todos nós, principalmente nesta fase de ascenso das lutas. Que no desenrolar da mobilização a classe consiga se organizar e superar as burocracias sindicais, rompendo com o corporativismo e recolocando a luta política contra o capitalismo como horizonte revolucionário.

Articulação dos anarquistas

Sendo assim, como no ato do 15 de março e novamente agora, a Aliança Anarquista chama a todos as organizações anarquistas e militantes independentes, para formarmos um bloco conjunto no ato. É preciso que o anarquismo volte a se colocar na luta da classe trabalhadora e não assista a história passar. Construir o anarquismo classista e revolucionário!

Todos às ruas dia 31!

Os comentários estão desativados.