Arquivos da Tag: operários

Viva a ocupação das fábricas Mabe Eletrodoméstico de Campinas e Hortolândia!

Desde fins de dezembro do ano passado, trabalhadores operários da Mabe de Campinas acampavam em frente a fábrica afim de lutar contra demissões e exigir o pagamento de salários e benefícios atrasados – como parte do 13°e a Participação nos Lucros e Rendimentos (PLR).

Hoje, poucos dias após a justiça decretar a falência da empresa, os trabalhadores perderam a paciência e decidiram ocupar duas das fábricas. Segundo o Sindicato de Metalúrgicos de Campinas e região, cerca de 900 trabalhadores estão engajados na movimentação.

Unificar e organizar a classe para tomar o que é nosso: que a experiência da Mabe se generalize!
Todo apoio a luta dos operários!

Mabe 3

Solidariedade à greve de metalúrgicos da Heatcraft!

Os cerca de 320 trabalhadores metalúrgicos da empresa de peças de refrigeração Heatcraft, localizada em São José dos Campos, entraram, hoje (30.10.2015), no seu terceiro dia de greve.

100% da produção está paralisada*.

A patronal tem se recusado a abrir negociação com a categoria e quer intransigentemente impor um reajuste de 9,88% em duas parcelas. Os trabalhadores, por sua vez, reivindicam 13,59%, além de reajuste no vale-compras que está defasado há três anos*.

ABAIXO O ARROCHO SALARIAL!
TODO APOIO À GREVE DE OPERÁRIOS DA HEATCRAFT!

op sjc3

*fonte: Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região

Solidariedade aos operários da Ford de Camaçari!

No dia 20.10.2015, operários da Ford do complexo industrial de Camaçari, Bahia, paralisaram suas atividades e realizaram uma manifestação contra as demissões.

Dos cerca de 12mil trabalhadores do complexo, 1.400 estão com seus empregos ameaçados.

demitiu, PAROU!

ford2

Nota de apoio à ocupação da Barile!

Nessa segunda-feira, 14 de setembro, os trabalhadores metalúrgicos da Barile, em Bragança Paulista, ocuparam a fábrica e interromperam a produção exigindo intransigentemente o pagamento dos salários atrasados de 18 funcionários que foram demitidos há duas semanas.

As declarações dos trabalhadores são de que a Barile vai continuar parada até o pagamento integral dos salários. Essa resposta, que os companheiros estão dando a seus patrões, é a mais acertada o possível. As ações diretas dos trabalhadores mostram sua força e mostram que não estão dispostos a serem passados para trás para garantir lucro de ninguém!

Todo apoio aos companheiros da Barile!
Chega de golpes aos trabalhadores!
demitiu, PAROU!

barile